Delta Cable

Sem categoria

A MANUTENÇÃO DOS DATA CENTERS APÓS A PANDEMIA

A reativação econômica demandará serviços de armazenamento e processamento maiores e melhores que respondam aos novos desafios do mercado. Uma das principais conclusões que as organizações devem chegar após assistir durante meses o tele trabalho, as aulas on-line, a telemedicina e outras mudanças digitais que se aceleraram devido à pandemia é que a transformação digital não é uma tendência passageira e não pode ocorrer sem a manutenção preventiva adequada.

A MANUTENÇÃO DOS DATA CENTERS APÓS A PANDEMIA

O Data Center: de Luxo à Necessidade

Me dei conta de que, durante esse tempo, muitas empresas precisaram fazer a transformação digital repentinamente, em poucos meses, ou no mínimo precisaram melhorar suas ferramentas tecnológicas e ampliar seus softwares.

Outras, se deram conta de que o data center não pode ficar sem cuidados pois é precisamente ali, na base de toda a sua infraestrutura de TI, onde está ocorrendo o que é mais importante para os seus negócios.

Um terceiro grupo concluiu que os data centers não são um luxo, mas sim um investimento que retorna em termos do desenvolvimento e do posicionamento da empresa no mercado.

Independentemente do grupo no qual o seu data center se encontra, é essencial considerar a manutenção como um comportamento que deve ser parte da cultura tecnológica.

A transformação digital no comercio eletrônico, por exemplo, que já estava crescendo na América Latina, não deve retroceder aos níveis de antes da pandemia. Essas tendências vieram para ficar e, provavelmente, continuarão crescendo, e as empresas devem estar preparadas para dar suporte à sua infraestrutura crítica.

De acordo com um estudo global da Mastercard realizado em 15 mercados, incluindo vários países da América Latina, os consumidores estão cada vez mais se afastando do dinheiro em espécie e optando por experiências de pagamentos digitais e por aproximação – e não pensam em voltar atrás.

O estudo da Mastercard informa que na América Latina, desde o início da pandemia, dois terços dos entrevistados dizem que estão usando menos dinheiro ou então, não usando. 53% dos brasileiros e 41% dos mexicanos e colombianos dizem que planejam usar menos dinheiro.

Quando perguntados sobre as mudanças que acreditam que tenham vindo para ficar, 85% dos colombianos, 69% dos os mexicanos e 63% dos brasileiros citaram pagamentos por aproximação.

Entra em jogo a manutenção preventiva dos data centers

Levando em conta esses números, as organizações devem entender que a manutenção preventiva do data center é vital para sustentar o seu negócio e, sobretudo, a economia do país.

Para começar, a manutenção preventiva ajuda a melhorar o desempenho dos equipamentos de gerenciamento térmico e de energia, e permite identificar problemas potencialmente caros. A manutenção preventiva não é um luxo, é uma necessidade para um data center saudável e um negócio lucrativo.

Nossas recomendações a esse respeito são:

  • Supervisione o funcionamento dos principais componentes do sistema, incluindo os filtros, ventiladores, condensadoras, bombas, umidificadores e os dutos de refrigerante. Faça as substituições de acordo com as recomendações do final de ciclo de vida.
  • Faça verificações de limpeza que garantam que as zonas de filtragem, os ventiladores e o umidificadores estejam livres de resíduos, sujeiras e obstruções.
  • Verifique os sistemas elétricos, incluindo os fusíveis, as conexões elétricas e os contatores relacionados com o sistema de gerenciamento térmico.
  • Garanta que todas as funções e configurações funcionem corretamente através de programas preditivos e preventivos sólidos.
  • Conte com o seu fornecedor de serviços do data center para cumprir com os acordos de nível de serviço (SLA)
  • Os capacitados técnicos da Vertiv seguem essas recomendações e utilizam peças originais do fabricante, proporcionando o suporte necessário para garantir o bom funcionamento do data center.

Não hesite em entrar em contato com nossos especialistas para mais informações.

Texto: Francisco Sales, diretor de serviços da Vertiv América Latina.